O Estado de ALERTA – A História da Morte do Discípulo de Ekido

Viva. Hoje venho-te falar sobre o estado de alerta, inspirado pela história da semana no Grupo de Instrução e Acompanhamento de Meditação Transpessoal, em que se contava a morte súbita do discípulo de Ekido.

 

 

O Estado de ALERTA
Ekido foi um mestre japonês que era considerado severo com os seus discípulos.

Um dia, estava um dos seus discípulos a tocar o toque do gongo a determinada hora do dia no mosteiro e, de repente, ele falha um dos toques, distraído por uma rapariga que passa na parte de fora do mosteiro. E ele não sabia, mas Ekido estava atrás dele e, nesse momento, bateu-lhe fortemente com uma vara e o discípulo morreu.

Conta-se que aquele momento era a hora da morte daquele discípulo, mas o discípulo não o sabia, como nenhum de nós na verdade, sabe exactamente como e quando será a hora da morte. Mas Ekido sabia que o seu pupilo ia morrer e usou aquele momento para proporcionar a sua Iluminação.

Ao ver a bela rapariga passar o discípulo perdeu a Consciência, o desejo do ego tomou conta dele.
Ao tocar o gongo ele estava plenamente em estado de Alerta, faz parte da Meditação num Mosteiro Zen – Tudo o que se Faz é Feito com Plena Consciência.
Em Tudo o que Fizeres, Está Presente como uma Luz e Tudo Te Será Revelado.

Artigo Relacionado: O Valor de Estar Presente

Este discípulo ia Estar Presente, em estado de alerta, no Momento da Sua Morte e a mente distraiu, aproveitando a aparição da bela rapariga. Nesse Momento Ekido mostrou-Se Presente e Alertou-O, pois Ekido viu a morte invisível a chegar. Ele estava atrás dele e bateu-lhe para o manter em estado de Alerta antes de Morrer.

Os Mestres estão sempre à espera atrás dos discípulos, quer fisicamente ou não. Acompanham, em especial, nos Momentos mais Importantes.
E o momento da Morte é um deles.

O Mestre bateu-lhe com força, o seu corpo caiu, mas interiormente ele ficou em estado de Alerta. O desejo do ego desapareceu.

Se juntares o estado de Alerta, de Atenção Plena à Morte, Tornas-Te Iluminado.

É assim que se conta a história. Cada pessoa depois ressoa coisas diferentes. Mas para mim é este relembrar, primeiro este relembrar que, realmente, a morte está aí. Seja através de determinado mestre, ou seja daquela imagem que nós temos da foice e da morte que chega e que nos ceifa a vida.

E eu, nos últimos anos, também tenho enraizado isso e como é importante nós percebermos que temos essa consciência: que a morte está aí, que no fundo isto é um ciclo de vida, morte, vida, morte, vida, morte. E isso ajuda-me a manter-me alerta, a manter-me presente, e a todos os dias pensar “O que é que eu quero fazer com a minha vida? Onde é que eu realmente quero gastar o tempo? Onde é que eu realmente quero gastar o meu dinheiro? Onde é que eu realmente quero por a minha energia?”

Artigo Relacionado: A História de Buda e de Angulimal – Onde Escolhes Colocar a Tua Imensa Energia Criativa?

E temos esse poder imenso, 24 sobre 24 horas por dia, de decidir o que fazer com o nosso dia-a-dia. Isso é um poder fantástico que nós devemos nutrir e não abdicar dele.

E então, era essa basicamente hoje a mensagem que vos queria deixar. Escolham bem o que fazer com o vosso tempo, com a vossa energia, com o vosso dinheiro, com tudo aquilo que são os vossos recursos, que é o vosso ser, corpo, mente, emoções, e alma. Onde é que vocês querem estar, o que é que realmente querem fazer, o que é que vêm manifestar e materializar.

Hoje deixava-vos com esta reflexão.

Não se distraiam, não se distraiam da vida. Estejam atentos e oiçam o guia interno.
Pára, respira e observa. Todos os dias decide o que fazer com o teu tempo.

Artigo Relacionado: Responde com Sinceridade – Quem És e o Que Vens Materializar?

Hoje a mensagem é curta, mas talvez das mais significativas:
Nutre o Teu Guia e Poder Interno, Todos os Dias, não Te Distraías da Tua Verdadeira Missão, Aqui e Agora 🙂 Vive Plenamente.

E Agora? Que Ensinamento deste conto Toca o Teu Coração? 🙂

Muito grato por estares aí.
Até breve.

José Parreira,
Jardineiro De Sonhos

 


Gostaste deste Artigo? Provavelmente Também Vais Gostar Destes!
» 8 Atitudes Fundamentais do Meditador Transpessoal
» Qual a Verdade do Teu Caminho?
» Os 400 Metros e a Vida
» Gratidão, Amor e Espírito de Serviço

 

 

 

Related posts

Leave a Comment

Ao publicar um comentário neste site, concordas com a politica de privacidade do site acerca de como os teus dados são guardados e geridos.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.